Imprimir

São Gonçalo se inscreve em Banco de Dados Mundial sobre Meio Ambiente

Ligado . Publicado em Comunicação Ambiental . Acessos: 1455

10536

O município de São Gonçalo inscreveu-se esta quinta-feira (30) no CDP Cities (Driving Sustainable Economies), organização internacional, sem fins lucrativos, que fornece o maior e mais completo sistema global de divulgação ambiental. O objetivo é compartilhar experiências e projetos ambientais com municípios e organizações do Brasil e do mundo, o que poderá facilitar a execução de parcerias público-privadas. A entidade vai enviar relatório em setembro com a inscrição do município entre os signatários.

Segundo o secretário municipal de Meio Ambiente, Ricardo Harduim, a inscrição no CDP dará ao município uma visibilidade midiática. "Irá nos facilitar fazer parcerias com órgãos públicos e a iniciativa privada e conseguir financiamento para projetos de adaptação e ecoeficiência", explicou.

O CDP trabalha com as forças de mercado para motivar empresas e cidades a medirem e divulgarem seus impactos sobre o meio ambiente e recursos naturais para, dessa forma, descobrir maneiras de reduzi-los. O CDP detém o maior banco de dados corporativos sobre mudanças climáticas, água e florestas. Essas informações geram insights que permitem aos investidores, empresas e governos mitigar riscos do uso de energia e recursos naturais, assim como identificar oportunidades de uma abordagem mais responsável em relação ao meio ambiente.

O CDP surgiu em 2000, pedindo às maiores empresas do mundo para compartilhar informação publicamente sobre suas emissões de gases de efeito estufa e ações para mitigá-las. Tem entre os investidores, bancos, fundos de pensão, gestoras de ativos e seguradores.

Hoje, mais de 4.500 organizações de todo o mundo reportam seus dados climáticos ao CDP. Iniciou as atividades no Brasil em 2006 e tem entre os signatários, 100 empresas, como a Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Santander, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES) e outras.


Fonte: O secretário Ricardo Harduim.

ALERJ

Our website is protected by DMC Firewall!